Guarulhos e a Colonização. (1560-1822)

A historiografia tradicional mostra que os colonizadores portugueses foram os pioneiros da história guarulhense (padroado) e impuseram a escravização aos indígenas e aos negros africanos ao longo de 328 anos. Em 1983, a Câmara oficializou, como fundador da cidade, o Padre Manuel de Paiva. A Santa Padroeira da cidade, considerada a rainha dos povos de língua portuguesa, é Nossa Senhora Imaculada da Conceição (Virgem Maria – mãe de Jesus), também padroeira de Portugal.

2. Antiga Rua Direita, atual rua d. Pedr
3 . Festa junina em frente a Igreja Matr

Local da Fundação... Revirando a História   

Há uma polêmica em torno do local e do ano de fundação da cidade. São citados dois locais nas imediações do Centro expandido, sendo um nas proximidades da Vila Moreira e, outro, na região da Catedral. Para os pesquisadores antigos, a fundação teria sido em 8 de dezembro de 1560 nas proximidades da Vila Moreira, enquanto outros indicam a fundação, em 1608, pelo padre Manuel Viegas, onde hoje está localizada a Catedral (antiga capela e Igreja Matriz, atual Praça Teresa Cristina.

Origem e Significado do Nome Guarulhos 

O topônimo Guarulhos (Guaru + lhos) é formado por “Guaru”, que vem da língua indígena tupi, e pelo final de palavra “-lhos”, que vem da língua portuguesa. “Guar” designa indivíduo e a vogal “u” significa o que come, o que bebe. O final da palavra “lhos”, juntado ao termo "guaru'', não corresponde à língua Tupi. O termo era utilizado antigamente para comparar, preconceituosamente, os primeiros habitantes do território, que eram baixos, fortes e troncudos, com o peixe guaru, barrigudinho (Lebiste Selvagem). 

4. Pa_o Municipa (2018). SH Drone, Revis
6. Cava principal das Lavras Velhas do G

Primeira Lavra de Ouro do Brasil (1589)  

Em Guarulhos encontra-se a primeira e a mais antiga lavra de ouro do Brasil, datada do primeiro ciclo do ouro (1589-1697). Está elencada entre as 170 lavras de ouro dos séculos XVI e XVII – antiga Repartição Sul do Brasil, território que englobava São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Citada por Azevedo Marques em “As Ruínas do Garimpo” (Lavras Velhas do Geraldo), pode ser vista no Bairro Capelinha na Serra do Itaberaba. Este garimpo antecede 109 anos à descoberta do ouro em Ouro Preto (MG).

Abertura da Estrada Geral (1600)

A Estrada Geral interligava aldeias, distritos e Vilas a uma Estrada Real. Seus ramais mais conhecidos são: o trecho da Rua D. Pedro II, que interligava a zona leste e norte de São Paulo; a atual Estrada Juscelino Kubitschek, que dava acesso aos bairros Capelinha, Bonsucesso, Pimentas, São Miguel Paulista e interligava Guarulhos à cidade de Santos e São Vicente; e a Estrada do Saboó, que interligava o bairro das Lavras, São João e Tanque Grande à Minas Gerais.

7. Trecho da antiga Estrada da Concei__o
8. Johann Moritz Rugendas (1802- 1858).j

Maromomi... Fugas e Rebeliões (1652)

    

Os Maromomi não aceitaram pacificamente sua escravização. Há registros de fuga para os confins do sertão e, também, de reação violenta. Em 1652, atearam fogo na fazenda de João Sutil de Oliveira, destruindo todos os bens da propriedade e assassinando as pessoas brancas. Em 1660, uma nova rebelião, relatada por vereadores da Câmara de São Paulo, culminou no incêndio de três fazendas e no assassinato de seus proprietários.     

Guarulhos Distrito – Bairro de São Paulo (1675) 

Quando Guarulhos foi elevada à Distrito (bairro da Vila de São Paulo), o aldeamento estava esvaziado e com número razoável de famílias brancas concentradas nas imediações da antiga Capela da Conceição - atual Praça Teresa Cristina e trecho inicial da Rua D. Pedro II. Para cada Distrito criado havia um corpo de tropas (unidade militar) e também um juiz da vintena, responsável pela cobrança de 20% de impostos sobre todos os ganhos dos moradores do distrito.  

9. Ilustra__o modelo de aldeamentos jesu
10. Prociss_o Igreja Matriz (1906). Auto

Guarulhos Freguesia – Paróquia (1685)

O termo Freguesia vem de “freguês”, do Latim Filii Ecclesiae (filho da Igreja). Quando Guarulhos passou a ser Freguesia, o Distrito foi fortalecido e a Capela da Conceição passou a ser matriz (igreja-mãe, paróquia). Em 1685, os “filhos” da igreja reuniam condições para manter um padre, que celebrava os 7 sacramentos: batismo, crisma, eucaristia, reconciliação, unção, ordem e matrimônio. A Estrada Geral passou a chamar-se Rua Direita (herança de Damasco, por ocasião da conversão de Paulo de Tarso em apóstolo de Cristo). 

Sepultamentos em Capelas e Cemitério de Bexiguentos 

Até 1820, a maioria dos cristãos eram sepultados nas igrejas, a não ser que se tivesse contraído a varíola (bexiga). Em casos assim, os sepultamentos eram feitos em local isolado para evitar os riscos de contaminação e morte causados pela doença. A primeira igreja-cemitério de Guarulhos foi a Catedral (antiga capela e Igreja Matriz). Já o primeiro cemitério (séc. XVIII) foi o Cemitério dos Bexiguentos, cercado de muros de taipa, atual localização da Escola Estadual Capistrano de Abreu. 

11. Variola, nome popular bexiga (foto d
12. Aqueduto da antiga lavra de ouro da

Fazenda Bananal... Mega Latifúndio (1717) 


Guarulhos era dividida em grandes fazendas: Pimentas, Cumbica, Bonsucesso, Cabuçu, Caxambu e Fazenda Bananal, a maior de todas. Esta fazenda foi doada por D. Pedro de Almeida por carta de sesmaria (1717) destinada ao bandeirante Amador Bueno da Veiga, morador da Penha e comandante militar da tropa paulista derrotada na Guerra dos Emboabas (1707-1709). A Fazenda Bananal englobava a Penha, os atuais bairros CECAP, Macedo, Taboão, Vila Fátima, Vila Barros, Tanque Grande e se estendia até os limites de Mairiporã.          

Dia da Carpição (1741)......

O termo “festa” deriva da palavra latina festivus e designa as celebrações católicas. Na região de Bonsucesso é celebrada, há quase 300 anos, uma das festas mais antigas do Brasil. Toda primeira segunda-feira do mês de agosto acontece o Dia da Carpição, que consiste na limpeza dos terreiros, em regime de mutirão, nos arredores da Igreja. Ao final da tarefa, a terra (símbolo da vida) pode ser levada em punhados como amuleto para alcançar uma graça. Este dia antecede a tradicional Festa de Nossa Senhora do Bonsucesso.

13. Festa de Nossa Senhora do Bonsucesso
9. Festa de Nossa Senhora do Bonsucesso,

........Festa de Nossa Senhora do Bonsucesso (1741)

A Festa de Nossa Senhora de Bonsucesso é anualmente comemorada no último fim de semana de agosto. O Dia da Carpição prepara esta celebração, que conta com romarias, missas, feiras, procissões e atividades de fortalecimento da cultura tradicional, como apresentação de grupos de Catira, cantores locais e folia de reis.

Capela Nossa Senhora do Rosário Mãe dos Homens Pretos (1750)

A Igreja da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário Mãe dos Homens Pretos, benta em 1750, foi capela-cemitério dos escravizados e ficava de frente para a Igreja Matriz. Aos domingos rezava-se o terço, seguido de danças, cantos, comidas e bebidas típicas de origem africana. A expressão e organização de africanos e seus descendentes era tamanha que a capela foi mantida por 180 anos. Após uma manobra política, a Igreja da Irmandade do Rosário foi demolida em 1930 e, posteriormente, reconstruída em outro local pela Irmandade de São Benedito dos Homens Pretos, São Elesbão e Santa Ifigênia.

15. Igreja Nossa Senhora do Ros_rio M_e
14. Igreja Matriz (1929). Arquivo, Cated

Processo de Construção da Igreja Matriz (1741-1761) 

Ao longo de 20 anos (1741-1761) foi construída a igreja de taipa de pilão que substituiu a Capela da Conceição (edificada no início do século XVI). A antiga Igreja Matriz, atual Catedral de Guarulhos, passou por grandes mudanças arquitetônicas, mantendo somente as cinco janelas da frente e a taipa de pilão da torre no altar e na parede do fundo, sendo esta a parede mais antiga da cidade de Guarulhos (260 anos).

Ribeirão dos Quilombos... Repressão a Escravos Foragidos (1776)

Há dois fatos que podem indicar a existência de um quilombo em Guarulhos. O primeiro é um pedido de ajuda, em 1776, para reprimir escravos foragidos em diversas regiões de São Paulo, inclusive em Conceição dos Guarulhos, relatado por Clóvis Moura em “Rebeliões da Senzala”; o outro fato diz respeito a um “Ribeirão dos Quilombos” na Serra de Itaberaba, segundo mapa de 1950 do Instituto Geográfico e Geológico de São Paulo. 

16. Rugendas Batuque (1802-1858).jpg
17. Aqueduto C_rrego dos Barbosas, para

Paralisação da Mineração de Ouro (1820)

Em Guarulhos, a mineração de ouro - atividade mais rentável - aconteceu entre os anos 1589 a 1820. Havia 5 garimpos espalhados por toda a cidade, sendo eles: Lavras Velhas do Geraldo (mais antigo), Campo dos Ouros, Bananal, Bairro das Lavras e Monjolo de Ferro. Referências bibliográficas indicam que a paralisação se deu por volta de 1820, após desabamento que vitimou diversos escravizados.